Publicado quarta-feira, 8 de novembro de 2017

Prefeitura de Botuverá regulamenta Sala do Empreendedor

Espaço será dedicado a trazer facilidades para os empreendedores que queiram abrir e gerir negócios na cidade

O prefeito de Botuverá, José Luiz Colombi, o Nene, assinou, durante o início do mês de setembro, o decreto de número 2066/2017, que regulamenta a criação da Sala do Empreendedor.

O espaço, que promete trazer facilidades para quem deseja abrir e manter micro e pequenos negócios no município, faz parte das ações práticas do programa Cidade Empreendedora, que é realizado pelo Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas em Santa Catarina (SEBRAE/SC). Com dois anos de duração, a intenção é fomentar o desenvolvimento econômico sustentável da região.

De acordo com Colombi, o espaço é aberto para que a comunidade possa usufruir de um processo célere e eficiente na gestão empresarial. “Toda a comunidade se beneficiará com a Sala do Empreendedor, que trará agilidade, inovação e mais conhecimento para os empresários locais”, descreve o chefe do executivo.

Dentre as principais facilidades que o visitante da Sala do Empreendedor terá à sua disposição, destaca-se: disponibilizar aos interessados as informações necessárias à inscrição municipal no cadastro mobiliário e Alvará de Funcionamento, mantendo-as atualizadas nos meios eletrônicos de comunicação oficiais; emissão de certidões de regularidade fiscal e tributária; orientação sobre procedimentos necessários para a regularização de registro e funcionamento, bem como situação fiscal e tributária das empresas; analisar os expedientes necessários para viabilizar a implantação de empreendimentos; proceder à inscrição no cadastro de Mobiliário; emissão do alvará de licença; emissão de Nota Fiscal de Serviço.

Além disso, conforme destaca Alcides Sgrott Filho, coordenador regional do SEBRAE/SC, a Sala do Empreendedor, através de convênio com operadoras de crédito, poderá agir na formalização de novas linhas de microcrédito voltadas para os empreendedores do município. Alcides ressalta, ainda, a possibilidade de serem efetuadas parcerias com diversas entidades públicas e privadas. “A sala age em diversas frentes, mas com um só objetivo, que é fomentar o micro e pequeno negócio. É um espaço que tem de ser utilizado ao máximo, o que vai trazer muito desenvolvimento para o município de Botuverá”, finaliza.